O perigo do líder centralizador


por Dado Salem





Sabemos que tomar uma decisão sozinho é mais fácil que em grupo. Por exemplo, se você quiser ir ao cinema basta entrar na internet, escolher o filme e comprar o ingresso. Agora tente fazer isso num grupo de 8 pessoas. Um prefere drama, outro filme europeu, um terceiro não pode naquele horário, um quarto já assistiu o filme, e por ai vai. Essa simples tarefa pode demorar horas e provocar muita discussão. Mas quando falamos de decisões complexas a coisa pode ser bem diferente.

Mestres da psicologia econômica ajudam a reeleger Obama






A equipe de Obama convidou um grupo de acadêmicos da psicologia econômica para auxiliar a campanha presidencial de 2012. Eles já haviam sido chamados em 2008 mas, segundo alguns participantes, nessa eleição ao invés de terem que se esforçar para serem ouvidos, houve uma verdadeira sede pelas suas ideias. Foi uma grande mudança sobre as campanhas anteriores que se baseavam principalmente em palpites de "gurus" da propaganda política. 

Como criar um prodígio

Vivemos tempos ambiciosos. Há uma verdadeira histeria dos pais a respeito de feitos e realizações precoces de seus filhos. Não há fronteira clara entre apoiar e pressionar uma criança, entre confiar e forçá-la a desempenhar aquilo que idealizamos para ela. Alguns pais colocam expectativas tão altas que acabam provocando um breakdown em seus filhos, enquanto outros deixam de apoiar as verdadeiras paixões dos filhos privando-os muitas vezes de uma vida realizada e prazerosa.

How do You Raise a Prodigy
por Andrew Solomon
NY Times
novembro 2012